Como evitar os problemas comuns nas vacas leiteiras?

Autor: Premix | Data: 04-04-2019

Tags: , ,

A produção de leite vem passando por uma grande transformação nos últimos anos. Novas tecnologias, novos equipamentos, melhora na seleção genética, tudo isso significa mais produtividade na propriedade e mais desempenho dos animais.

Por isso, neste texto a Premix vai elencar alguns problemas comuns nas vacas leiteiras e o melhor, mostrar a você como evitá-los!

É comum encontrar propriedades cada vez mais tecnificadas, com sistemas de gestão de performance dos animais, comparando modelos de manejo, medindo em tempo real as condições do leite produzido.

ENTENDA: A importância da fibra na nutrição da vaca leiteira

Contudo, também é comum observar os mesmos problemas de sanidade animal, tanto nas grandes propriedades, como nos pequenos produtores.

Problemas mais comuns encontrados nas leiteiras são doenças relacionadas aos cascos e ao trato digestivo.

Isso ocorre muito devido o próprio ambiente de produção e o tipo de alimentação oferecido aos animais. Por isso mesmo, os pecuaristas leiteiros devem ser estar atentos aos primeiros sinais de desconforto dos animais, ou a redução na quantidade ou na qualidade do leite.

Confira os principais problemas nos animais leiteiros:

Acidose

A acidose é o crescimento de bactérias que reduzem o PH do rúmen do animal para abaixo de 5,8. Isso ocorre principalmente devido à ingestão de grandes quantidades de concentrados que contém amidos, como grãos de cereais.

Nas vacas, os primeiros sinais dessa disfunção alimentar podem ser percebidos com o consumo irregular de alimento, pouca ruminação, queda na produção de leite, diarreia e perda de peso.

Problemas nos cascos

Os cascos dos bovinos são regiões que geralmente demandam uma atenção especial dos pecuaristas, principalmente do produtor de leite.

Isso porque o tipo de piso utilizado nas leiterias, geralmente cimentado, pode causar lesões nos cascos das vacas devido ao longo período em superfícies ásperas e com água.

Como fazer a prevenção?

Uma maneira eficaz de prevenir esses e outros tipos de problemas nos bovinos leiteiros é a correta alimentação e suplementação dos animais.

A adequada suplementação contribui para uma melhor resposta imunológica e diminui os riscos de problemas causados por micotoxinas, favorecendo a longevidade dos animais.

Uma boa pedida é o Neo Lactus Premium da Premix, um concentrado para bovinos leiteiros em dietas de alto desafio nutricional.

Veja o quanto ele pode ajuda a evitar esses problemas:

O Neo Lactus Premium auxilia na prevenção de acidose, problemas de casco e melhoria da qualidade do leite por conter o Fator P, um aditivo 100% orgânico, composto por aminoácidos, probióticos e ácidos graxos essenciais.

Aqui tem mais informações sobre ele. Você também pode ver muitas outras dicas aqui no Blog da Premix.

Ficou alguma dúvida sobre os principais problemas nos animais leiteiros? Deixe nos comentários que nossa equipe responde!

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Posts Relacionados

Saiba tudo sobre o Livro Caixa Digital do Produtor Rural

Pecuária, uma atividade sustentável

Como a tecnologia pode trazer mais produtividade na pecuária

4 cuidados com o pasto no período da seca