Como fazer a manutenção de cochos e bebedouros na pecuária

Autor: Premix | Data: 03-05-2019

Tags: , ,

Vamos direto ao ponto: fazer a limpeza correta dos cochos e bebedouros irá garantir que seu rebanho consuma sempre alimento de boa qualidade e água limpa, livre de contaminantes.

Como fazer a manutenção de cochos e bebedouros na pecuária Cocho de creep-feeding para bezerros

Limo, lama e animais como sapos, rãs e até insetos podem contaminar os cochos e principalmente os bebedouros, tornando imprópria e perigosa a alimentação e a água que o gado consome, podendo transmitir doenças ao rebanho e prejudicar toda a produtividade e rentabilidade da produção pecuária.

Para você evitar isso, vamos às dicas de como fazer a correta limpeza deles:

Manutenção de bebedouros

  • Esvazie o bebedouro, retirando toda a água, sem deixar nada no fundo
  • Limpe com uma escova toda a área em volta, na lateral interna e externa e no fundo
  • Retire bem todo limo ou lodo que possa se concentrar principalmente no fundo do bebedouro
  • Quando utilizar sabão ou outros produtos para limpeza, deve-se fazer um bom enxague para não restar resíduos.
  • Após realizar toda a limpeza, abasteça novamente o bebedouro com água limpa e fresca. Se a água estiver turva ou com mal cheiro, esvazie novamente o bebedouro e verifique a qualidade da fonte (poço, tanque, caixa, etc.)
  • A limpeza deve ser feita periodicamente, ou sempre que for observado que a água está suja. Isso vai depender muito da quantidade de animais dentro dos lotes, a época do ano e o local onde o bebedouro está instalado
  • Também é importante observar que se estiver embaixo de árvores, é possível que caiam no cocho muitas folhas e até frutos que podem apodrecer dentro d´água e causar sérios riscos aos animais.

DESTE POST VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR: 7 vantagens do creep feeding nas fazendas de cria

Manutenção de cochos

Assim como o bebedouro, os cochos merecem atenção especial do pecuarista em relação à limpeza e manutenção.

O ideal é que não haja sobras dentro do cocho porque isso evita a presença de moscas e outros insetos que possam transmitir doenças.

Durante a ronda no pasto é importante que seja verificada a condição da estrutura física do espaço: verifique se o cocho está bem fixado no chão e que não tenha rachaduras que possam causar lesões nos animais.

Dicas-bônus para limpeza e conservação desses espaços

  • O local onde o cocho está fixado é muito importante. Evite instalar próximo a locais alagados, com lama ou poças d´água, pois problemas como a doença do casco podem estar relacionados ao terreno que o gado fica por longo período, principalmente quando ele está se alimentando no cocho
  • O tamanho do cocho também deve ser levado em consideração, pois todos os animais precisam ter acesso ao alimento fornecido

A altura que o cocho foi instalado deve ser de cerca de 70 cm para animais adultos e 40 cm para bezerros (creep feeding) e é comum que com o tempo e com a erosão causada pela presença constante dos animais o solo embaixo do cocho afunde.

Se isso acontecer, você pode trocar o cocho de lugar e instalá-lo em outra área próxima, ou então cobrir com cascalho. Mas cuidado para que as pontas de pedras não causem ferimentos nos cascos dos animais.

  • Limpeza e higiene são fundamentais na correta suplementação dos bovinos. Antes de dar o trato, verifique se existem restos de alimentos. Se houver, retire e descarte longe do cocho, pois os restos de ração ou silagem em decomposição podem atrair insetos

Após o fundo do cocho estar limpo, verifique também se não há nenhum arame, pedra, ou outro tipo de material que possa machucar os animais durante a alimentação.

Ah, é comum a presença de animais silvestres nos cochos do gado. Por isso, é importante sempre verificar se não há fezes, urina e até carcaças de animais dentro dele.

Quer saber mais dicas de manutenção da propriedade rural? Volte sempre no blog da Premix!

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Posts Relacionados

Saiba tudo sobre o Livro Caixa Digital do Produtor Rural

Pecuária, uma atividade sustentável

Como a tecnologia pode trazer mais produtividade na pecuária

4 cuidados com o pasto no período da seca