Conheça a história e origem do Wagyu

Autor: Premix | Data: 17-04-2019

Tags: , ,

Segundo a Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos da Raça Wagyu, essa raça de gado foi introduzida no Japão através da península Coreana, por volta do século II, com o objetivo de fornecer tração para o cultivo de arroz.

Os primeiros bovinos foram importados para a região de Shikoku. Devido à dificuldade de viagem no terreno montanhoso da região, a posterior migração do gado foi lenta e restrita. O gado tendia a ficar isolado em áreas pequenas e cada espaço tinha essencialmente uma população bem fechada.

Boi Wagyu no pasto

Evolução do rebanho

O rebanho bovino no Japão ficou oficialmente fechado por mais de 200 anos por meio do mandato de um shogun (espécie de comandante do exército, um título diretamente ofertado por imperadores da época), que durou de 1635 até 1854.

Com a Restauração Meiji, em 1868, o governo encorajou a importação de outras raças europeias para a cruza.

Cada uma das várias regiões onde se criava gado preferia raças distintas, de modo que a variedade regional se tornou enorme.

Em 1910, constatou-se que o cruzamento não havia sido benéfico e, mais uma vez, o rebanho nacional seria fechado para ele.

CONHEÇA TAMBÉM: As curiosidades sobre o Wagyu, a carne mais cara do mundo

Regiões de predominância do Wagyu

Boi Wagyu

As duas principais regiões onde o Black Wagyu se desenvolveu são Tottori e Tajima. Nesta última, atualmente denominada prefeitura de Hyogo, a raça foi selecionada devido aos seus pesados quartos dianteiros, já que fora inicialmente utilizada em pesados carros de boi de madeira.

O gado dessa região tende a ser menor em estatura do que o gado de Tottori, sendo também, de forma geral, menos musculoso, mas produz carne de excelente qualidade com ampla área de olho de lombo.

Já o gado de Tottori foi selecionado por seu tamanho e pela força de sua “linha de dorso”, já que eram utilizados como animais de carga na crescente indústria siderúrgica da região.

A qualidade da carne é moderada, tendo excelente habilidade materna. Essas diferenças são perceptíveis nessas duas linhagens até os dias de hoje. 

O Red Wagyu

A outra raça de Wagyu, o Red Wagyu, foi inicialmente criada e desenvolvida nas ilhas de Kyushu e Kochi. Existem duas linhagens distintas de Red Wagyu: Kochi e Kumamoto.

O Red Wagyu Kochi foi fortemente influenciado pela raça Korean, já o Red Wagyu de Kumamoto possui uma considerável influência Simental.

Devido a essas diferenças, o Red Wagyu Kochi é menor que o Kumanoto, com uma ossatura menor e sem a compactação natural dele.

Já o Red Wagyu Kumamoto foi criado em uma região com uma relativa abundância de pastagem. É o gado de corte japonês que mais se assemelha ao gado de corte americano e europeu.

Linhagem das matrizes

Nos primeiros anos da indústria pecuária do Japão, a linhagem das fêmeas era mais importante do que a linhagem dos machos.

Isso acontecia devido ao pequeno tamanho do rebanho de cada produtor. Os produtores preferiam as vacas, a fim de maximizar o número de bezerros, que poderiam produzir anualmente, dado à limitação de animais adultos que poderiam ser acomodados.

A mais famosa linhagem de vaca foi a linhagem Tsuru-ushi. Essa linhagem foi desenvolvida em Okayama, junto às montanhas Chugoku. Em 1941, oito linhagens de fêmeas foram estabelecidas, dando a base para as 37 linhagens de BIack Wagyu existentes hoje. As quatro melhores vacas das oito linhagens foram: Atsuta-zuru, Fuji-zuru, Yoshi-zuru e Azuma-zuru.

Com o advento da inseminação artificial, as linhagens de touros passaram a ser dominantes. A pressão para a seleção passou a ser maior no lado dos touros e a linhagem deles a ser mais importante.

Atualmente, as três linhagens de touros mais importantes são: Doi, Nami e Manryu. Dessas três, a Doi é, sem dúvida alguma, a mais popular. Em algumas regiões, 70% do gado Wagyu contém Doi na sua linhagem.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Posts Relacionados

5 dicas para manejo dos cavalos

Boi China: como garantir sua fatia nesse mercado

Descubra todos os segredos por trás da carne halal

Saiba tudo sobre o Livro Caixa Digital do Produtor Rural