Dicas de manutenção dos piquetes de confinamento nas águas

Autor: Premix | Data: 04-04-2019

Tags: , ,

O sistema de confinamento do gado traz benefícios incontestáveis na terminação do boi. Contudo, para evitar desperdícios e aumentar a lucratividade, é preciso uma atenção especial aos piquetes de confinamento, principalmente no período das águas, que é quando os animais ficam mais expostos à lama.

Um estudo feito pela Universidade do Estado da Dakota do Sul, nos Estados Unidos, demonstrou que em situações de lama com profundidade de 10 a 20 cm, o ganho de peso e a eficiência alimentar foram reduzidos em 14 e 12/13%, respectivamente.

Quando a profundidade de lama aumentou para 30 a 60 cm, a piora no ganho passou para 25% e na conversão de 20-25%.  Além disso, é no período das águas que há aumento na proliferação de insetos e aparecimento de doenças nos cascos dos animais.

A boa manutenção dos piquetes pode evitar dor de cabeça para o produtor e garantir uma boa lucratividade no sistema.

Veja agora dicas que ajudam no dia a dia do confinamento no período das águas:

  1. Murundus –são montes de terra localizados no centro do piquete. Eles servem de área de descanso para o gado, que pode deitar em local seco.

 

  1. Limpeza do piquete – antes das águas e ao final do período da seca é importante realizar a limpeza dos piquetes, retirando esterco e outros materiais contaminantes.

 

  1. Piso – utilize cascalhos no piso dos piquetes. O piso mais duro evita que os animais afundem na lama e deixa o terreno mais estável.

 

  1. Declive – durante a construção dos piquetes é importante considerar um pequeno declínio no terreno, de cerca de 3 a 5 graus. Isso ajuda no escoamento da água e evita acúmulo de poças dentro do cercado.

 

Tem algum outro assunto de confinamento que você quer ver aqui no Blog? Deixe sua sugestão nos comentários!

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Posts Relacionados

Saiba tudo sobre o Livro Caixa Digital do Produtor Rural

Pecuária, uma atividade sustentável

Como a tecnologia pode trazer mais produtividade na pecuária

4 cuidados com o pasto no período da seca