Diferenças-da-pecuária-intensiva-e-extensiva
BLOGCuriosidades do AgroManejo na pecuáriaNoticias - Blog

Diferenças da pecuária intensiva e extensiva

Compare pecuária intensiva e extensiva, entenda o que é, as diferenças, vantagens e desvantagens de cada sistema.
O Brasil é um dos maiores produtores de carne bovina do mundo, além de possuir o maior rebanho comercial de gado do planeta. 
Portanto, o país tem uma grande representatividade no setor agropecuário mundial. 
A pecuária intensiva e extensiva é responsável por grande parte do produto interno bruto (PIB) do país e cria milhões de empregos. 
Além desses dois sistemas, não podemos deixar de lado as fazendas de gado semi-intensivas. 
Deixe-nos responder suas dúvidas sobre este assunto. Acompanhe a leitura!
 

O que é pecuária extensiva?

A pecuária extensiva nada mais é que a criação de gado em grandes áreas de pastagens (gado a pasto).
Portanto, a dieta é principalmente pasto. Durante a estação seca, quando há escassez de forragem, é feita a utilização de suplementos minerais ou proteinado de baixo consumo.
É considerado o sistema pecuário mais tradicional e representa a maior parte das atividades agrícolas do Brasil. 
O gado é criado livre, o investimento é baixo, pois o animal consegue retirar a maior parte dos nutrientes essenciais do pasto, o que torna o custo de produção menor. 
Lembre-se que a forragem não possui todos os minerais necessários, então se a terra não possuir nutrientes, é necessário suplementar os animais. 
Algumas terras também possuem rios ou lagos, sendo assim não há necessidade de fornecer água para o gado. 
Portanto, devido à vasta área e ampla distribuição do gado, torna-se difícil monitorar e controlar o desenvolvimento dos animais.
Por esse motivo, o controle da produtividade tende a não ocorrer de maneira efetiva, tornando os animais em algumas situações menos lucrativas.

Vantagens

  • Não é necessário alto investimento
  • Os animais retiram os nutrientes do próprio pasto
  • Não requer mão de obra especializada
  • Requer reposição mineral, já que as pastagens apresentam deficiência nutricional, em algumas épocas do ano

Desvantagens

  • Ocupar amplas áreas de terra
  • Ineficiência no controle do desempenho de cada animal
  • Rebanho espalhado pela propriedade

 
Para trabalhar com pecuária podemos utilizar diferentes métodos de realização dessa atividade, por outro lado os mais praticados são a pecuária intensiva e extensiva.
Continue a leitura e conheça mais sobre o sistema intensivo de criação.
 

O que é pecuária intensiva?

Conhecido como sistema confinamento ou semi-confinamento, em outras palavras local onde mais animais são mantidos em uma área menor. 
Geralmente, as pessoas que usam esse sistema aplicam fortemente a tecnologia e da mesma forma incluir o uso de inseminação artificial, maquinário, insumos e fertilizantes de alto desempenho. 
Possui uma estratégia nutricional muito avançada, combinada com outras tecnologias para melhorar a produtividade do rebanho. 
Além de uma dieta balanceada, acima de tudo, focada nos objetivos do gado. 
Da mesma forma, os métodos de preparação do solo e cultivo de forrageiras também são muito avançados e são explorados por um tempo maior.
Para entender melhor a diferença entre pecuária intensiva e extensiva, criação de gado, cuidados, manejo e alimentação adequada, veja outras matérias de nosso Blog.

Vantagens

  • Elevados índices de produtividade
  • Menor tempo para alcançar o peso ideal para o abate, da mesma forma, maior produção leiteira
  • Melhor rendimento de carcaça no período de terminação
  • Facilidade de controle do rebanho (saúde, alimentação, desenvolvimento)
  • Mais rentável para o pecuarista, como resultado potencializa os lucros
  • Manipulação genética (desenvolver gados mais vantajosos, resistentes)
  • Maior modernização

Desvantagens

  • Exige mão de obra qualificada
  • Observação constante do rebanho
  • Maior investimento de implantação (tecnologia e profissionais formados)

 
Temos a pecuária intensiva e extensiva, mas podemos ter a intensiva a pasto, nada mais é do que o semiconfinamento.
Ela proporciona melhor uso da pastagem, e possibilita o alcance da taxa ótima de lotação com o melhor ganho de peso e rentabilidade por hectare.
 
Em suma, as principais diferenças entre pecuária intensiva e extensiva são em relação a tecnologia aplicada e a área de ocupação.
 

E o que é a pecuária semi-intensiva?

Além da pecuária intensiva e extensiva, você ainda pode contar, por exemplo, com a semi-intensiva.
Este modo é denominado por semi-intensiva ou semi-extensiva e não possui um claro padrão de atuação. 
Consiste na fusão do sistema extensivo com parte do investimento da pecuária intensiva.
Ou seja, o gado é criado em grandes extensões de terra, mas recebe um tratamento especial, principalmente em termos de nutrição e melhoramento genético.
Promove melhores cuidados com a pastagem e manejo do gado, além de acesso a um pasto com maior qualidade nutricional ao longo do ano. 
Além disso, são usados suplementos que podem melhorar o desempenho desse rebanho.
Por esse motivo o semi-intensivo está se tornando cada vez mais popular no Brasil.

Vantagens 

  • Aumenta a produção de arrobas por animal e por hectare
  • Instalações simples
  • Uso de tecnologia, acima de tudo, para aumentar a produtividade
  • Reduz a idade de abate
  • Precisa de menos investimento do que o sistema intensivo 
  • Maior flexibilidade operacional

Desvantagens 

  • Altamente dependente da qualidade nutricional das pastagens

 
Entendeu quais são as principais características da pecuária intensiva e extensiva?
É preciso enfatizar, então, que nenhum sistema é melhor que o outro.
Tudo depende do investimento do pecuarista, o tipo de gado criado e as expectativas em relação ao negócio.
Afinal, todos eles têm seus benefícios e podem atender a diferentes necessidades.  
Você está procurando maneiras de aumentar a produtividade agrícola? Contate nossos técnicos digitais.
A pecuária intensiva e extensiva em primeiro lugar precisa de um plano nutricional adequado à sua propriedade, e esse serviço gratuito da Premix, pode ajudá-lo.
Se você gostou de saber mais sobre os tipos de pecuária, não deixe de acompanhar o Blog Premix!
 

Qual é a sua reação?

Animado
1
Feliz
0
Apaixonado
1
Não tenho certeza
3
Bobo
0

Você pode gostar

Mais em:BLOG

2 Comentários

  1. Gostei muito da Blog premix
    Muito obrigado pelomenos tenho experiência de pecuária intensiva e extensiva
    E também estou a caminho de pecuária intensiva, mais ainda tou a procura de dinheiro.
    Muito obrigado BLOG

    1. Ficamos muito felizes que tenha gostado, continue acompanhando os artigos do Blog Premix!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.