17 de agosto de 2021

Novo estudo da Premix é publicado em importante veículo de pesquisa internacional

No último dia 11 de agosto, a Premix teve mais um de seus trabalhos publicado em um grande veículo de pesquisa internacional. Produzido em parceria com a UNESPFor, o material, cujo tema em português é “Avanços no manejo de pastagens e nutrição animal para otimizar a produção de gado de corte em sistemas de pastejo”, faz parte de um livro que será lançado em breve.

O capítulo foi publicado no site IntechOpen através do projeto Online First, desenvolvido para permitir a publicação de capítulos individuais, após revisão, antes mesmo de todo o livro estar pronto para publicação, garantindo que a pesquisa seja disponibilizada, em primeira mão, para toda a comunidade científica.

De acordo com a publicação, o aumento da demanda por carne exige a adoção de sistemas pecuários de intensificação sustentável, nos quais se aplicam estratégias nutricionais para reduzir qualquer contribuição negativa da pecuária de corte para o aquecimento global e, ao mesmo tempo, para aumentar o desempenho animal e eficiência produtiva.

Segundo André Pastori D’Aurea, coordenador de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Premix e um dos autores do capitulo, as práticas de manejo de pastagens e suplementação podem aumentar a produtividade e minimizar os impactos ambientais.

Para o pesquisador, a suplementação correta do pasto associada ao uso de aditivos naturais (não antibióticos) pode ser uma alternativa para explorar totalmente o potencial genético do animal e a eficiência de utilização de nutrientes, diminuindo as emissões de gases de efeito estufa e melhorando o desempenho animal, bem como, os aspectos sociais que envolvem a produção sustentável.

“O maior número de informações sobre essas ferramentas podem tornar os sistemas de pecuária em pastagens tropicais mais eficientes e ecologicamente corretos. Por isso, além de destacar os conceitos nutricionais e produtivos, o trabalho apresenta as características produtivas da pecuária em clima tropical para que a carne bovina seja produzida de maneira eficiente, com menor impacto ao meio ambiente”, ressalta D’Aurea.

Ricardo Andrade Reis, professor Titular no Departamento de Ciência Animal da Unesp Jaboticabal, que também participou da produção do material, explica que o estudo demonstra que é possível a adoção de sistemas sustentáveis de produção de bovinos de corte em termos ambientais e econômicos.

“Com a elevação da taxa de lotação e a redução da idade de abate é possível diminuir a demanda por novas áreas para implantação de pastagens, lembrando que o manejo adequado das pastagens resulta em aumento da persistência das mesmas, diminuindo os gastos com o a recuperação ou mesmo a renovação de áreas degradadas”, destaca o pesquisador.

O capítulo é assinado pela equipe de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Premix, formada por Lauriston Bertelli Fernandes, André Pastori D’Aurea e Luís Eduardo Ferreira, e pelos pesquisadores da UNESPFor, Ricardo Andrade Reis, Andressa Scholz Berça, Eliéder Prates Romanzini e Abmael da Silva Cardoso.

A publicação está disponível, em inglês, em https://www.intechopen.com/online-first/78008

 

0 0 votes
Article Rating
Veja mais notícias
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x