23 de setembro de 2021

Projeto “Zebu, carne de qualidade”: animais produziram 201,42 kg em 108 dias

A Premix e a ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu) comemoram os excelentes resultados da última etapa do projeto “Zebu, carne de qualidade”. Nutridos com o produto Confinamento Alto Desempenho Natural, aditivado com Fator P, os bovinos produziram 201,42 Kg em 108 dias, o que corresponde a um ganho médio diário (GMD) de 1,865 Kg/dia e ganho de carcaça de 1,216 Kg/dia. Além disso, os animais apresentaram uma conversão alimentar de 6,65 Kg de matéria seca para cada Kg de ganho corporal.

O projeto Zebu, carne de qualidade teve início em junho de 2020, com um lote de 105 bezerros com idade média de 8 meses e 246 kg de peso médio, doados por criadores de 11 estados brasileiros. O experimento foi realizado em sistema de pastagem na Fazenda Experimental da ABCZ – Orestes Prata Tibery Júnior, localizada no município de Uberaba (MG.

Os bovinos da raça Nelore entraram para a fase de recria em pastagens em 10 de junho de 2020, pesando 246 kg. Ao final do período, em 17 de março de 2021, estavam pesando 424 kg. Na sequência, os animais entraram para a segunda fase do programa, a prova de ganho em peso em confinamento e eficiência alimentar, que teve a duração de 84 dias.

De acordo com Leonardo de Oliveira Fernandes, Pesquisador da EPAMIG e membro da equipe técnica do projeto, nesta etapa de avaliação do consumo alimentar residual (CAR), os bovinos terminaram com peso corporal de 594 kg, em 9 de junho deste ano. “Os animais receberam dieta que utiliza silagem de milho e ração concentrada e foram avaliados quanto à eficiência alimentar e desempenho em confinamento em currais providos de cochos eletrônicos para avaliação de consumo e bebedouro eletrônico com balança de pesagem”, destaca.

Já na fase final do confinamento, os bovinos apresentaram ganho de peso de 1,865 kg/dia, chegando ao peso médio de 625,42 kg, o que evidencia o potencial da raça Nelore para a produção intensiva de carne. Neste período, os animais apresentaram consumo de matéria seca de 2,3% do peso corporal (ou 12,74 kg de matéria seca por bovino/dia), conversão alimentar de 6,65 kg de matéria seca/kg de ganho de peso e eficiência alimentar bruta de 0,15 kg de ganho de peso/kg de matéria seca ingerida.

Lauro Fraga Almeida, gerente de Melhoramento Pró Genética da ABCZ, explica que o ótimo desempenho no confinamento é o resultado do potencial genético dos animais aliado ao manejo nutricional desde a fase da recria. “Com exceção de um animal, todos os outros tinham dentes de leite ainda, o que mostra a precocidade da raça Nelore e a resposta eficiente ao manejo nutricional oferecido”, ressalta.

Para Fraga, quando se trabalha com boa genética e com alimentação balanceada durante os períodos de recria, suplementação a pasto na seca e águas e a terminação em confinamento, a atividade se torna lucrativa e mostra que a arroba ganha compensa o investimento.

O diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Premix, Lauriston Bertelli Fernandes, destaca que a finalidade do projeto foi alcançada. “Nosso objetivo era recriar os animais para expressarem o máximo de seu potencial genético, imprimindo conformação e estrutura corporal, sendo o manejo nutricional o principal influenciador”, explica.

Os bons resultados reforçam a importância do projeto e das pessoas envolvidas. “O engajamento da equipe foi primordial, pois conseguimos colocar todo o trabalho teórico na aplicação do dia a dia. Com isso, os animais receberam adequadamente o programa de suplementação definido desde o pasto até o confinamento”, finaliza.

Durante a fase de confinamento o custo da arroba produzida foi de R$232,00, com receita por arroba comercializada de R$313,00 o que possibilitou lucro por arroba produzida de R$109,00, garantindo margem bruta de 34,9%, evidenciando a eficiência do sistema de produção proposto.

A segunda edição do projeto “Zebu, carne de qualidade”, que tem a parceria da Premix, já começou. Agora contará com a inclusão das raças zebuínas Brahman, Guzerá, Sindi e Tabapuã. Seguindo os mesmos moldes da edição anterior, os resultados serão divulgados em 2022. Antes disso, durante a Expozebu 2022, será inaugurado um monumento na Fazenda OT, com o nome de todos os criadores que doaram seus animais para o projeto.

 

 

5 2 votes
Article Rating
Veja mais notícias
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x