IATF: O que é e quais são as vantagens?
BLOGCuriosidades do AgroGestão e tecnologiaNoticias - Blog

IATF: O que é e quais são as vantagens?

IATF é uma técnica realizada a fim de promover a sincronização da ovulação das fêmeas bovinas.

Sendo assim permite realizar uma inseminação pré determinada, sem a necessidade de detecção de cio.

Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) visa a melhoria de uma das dificuldades mais importantes na pecuária de corte brasileira, a quantidade e a qualidade dos bezerros produzidos.

Desde incapacidade de produzir um bezerro por ano (intervalo longo entre partos), até baixa taxa de desmame e qualidade dos bezerros desmamados devido à genética. 

Conheça as vantagens dessa técnica, já que a IATF torna possível a sincronia de um lote de vacas paridas ou novilhas e assim podem ser inseminadas todas no mesmo dia:

  • Promove o melhoramento genético do rebanho;
  • Viabiliza a IA (Inseminação Artificial), em vacas paridas;
  • Aumento da taxa de prenhez no fim da estação de monta;
  • Antecipação da concepção dos lotes e correção gradativa da estação de monta;
  • Redução do intervalo entre partos;
  • Concentração dos nascimentos e desmama nas melhores épocas do ano;
  • Maior peso à desmama e menor idade ao abate;
  • Maior padronização, controle de carcaça e rebanho.

IATF: O que é e quais são as vantagens?

A baixa eficiência reprodutiva de diversas fazendas de corte brasileiras, acontece principalmente, porque as fêmeas não estão sendo cobertas de forma eficiente, seja pela monta natural ou pela IA, causando baixa rentabilidade para o produtor.

Existem diversos protocolos disponíveis no mercado, para vacas de corte paridas e solteiras, leiteiras, vacas leiteiras em desafio, novilhas ciclando e para induzir a ciclicidade das novilhas

Todos os protocolos agem sobretudo com a finalidade de fazer a vaca emprenhar com a IA.

Os protocolos de IATF são diversos, no entanto passam por no mínimo 3 etapas: 

  1. Implante do dispositivo de progesterona
  2. Retirada do dispositivo
  3. Inseminação artificial em tempo fixo

Todavia, o manejo da IATF deve ocorrer nas horas mais frescas do dia, para diminuir o estresse dos animais.

Os inseminadores devem ser capacitados e trocas devem ser promovidas a cada 20/30 animais devido a cansaço muscular, sobretudo sem movimentos bruscos para não machucar as fêmeas.

Vale lembrar que o sucesso da técnica depende diretamente da nutrição adequada das vacas e seu escore de condição corporal.

Resumindo, a nutrição e a reprodução andam juntas e o estresse deve estar controlado para não prejudicar o animal. Com o manejo correto, a IATF alcançará o sucesso.

 

Leia mais no blog Premix e conheça métodos que vão aumentar a sua produtividade!

Qual é a sua reação?

Animado
4
Feliz
8
Apaixonado
2
Não tenho certeza
1
Bobo
1

Você pode gostar

Mais em:BLOG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.