Manejo alimentar: a importância para o seu rebanho
BLOGCorte - PastoNoticias - Blog

Manejo alimentar: a importância para o seu rebanho

O manejo alimentar deve seguir as fases do sistema de produção, já que cada uma possui particularidades fundamentais para o sucesso da produção da carne bovina.

Considerado um dos principais fatores que afetam a lucratividade dos bovinos de corte, o manejo nutricional corresponde a grande parte dos custos envolvidos na produção, podendo com o planejamento adequado proporcionar maiores ganhos, de peso e melhorias nas taxas reprodutivas

Necessário para garantir o crescimento, reprodução e produção do rebanho, o manejo alimentar é inegavelmente, depende de uma dieta balanceada.

No entanto somente, feno, pasto e silagem, não são suficientes, visto que a inclusão de rações, minerais e vitaminas, proporciona uma melhora na produtividade e a lucratividade animal.

Bovinos alimentados somente com forrageiras, não ingerem quantidades suficientes de energia, proteínas e minerais para suprir a demanda nutricional e ganharem peso.

Existem diversos tipos de sistemas de alimentação, portanto é necessário entender as principais exigências nutricionais de cada fase.

Para cada fase de crescimento e tipo de rebanho existe uma composição de alimentos diferentes sugeridos, que devem ser observados para obtenção de resultados positivos. 

Avalie alguns critérios para realizar o manejo alimentar e suplementar seus animais:

  • Raça e categoria animal
  • Disponibilidade das pastagens
  • Qualidade das pastagens 
  • Disponibilidade de cochos 
  • Mão de obra capacitada
  • Valor nutricional do suplemento

 

Conforme já falado anteriormente cada fase do manejo alimentar possui exigências nutricionais diferentes, portanto após avaliação dos critérios devemos traçar as estratégias nutricionais. Confira:

 

Cria

A fase de bezerro ao pé dura cerca de seis meses e durante esse período o bezerro ainda está mamando.

Porém desde o primeiro mês um suplemento proteico energético pode ser incluído na dieta do bezerro.

Essa estratégia prevê um ganho de 20 ou 30 kg a mais para esse bezerro, em relação ao mesmo período se ele estivesse somente mamando. 

 

Recria

Após a realização da desmama, o bezerro entra na fase de recria.

Esse é período onde o potencial de engorda dos animais atinge o seu pico, exigindo um planejamento muito bem feito. 

O objetivo nesse momento é um ganho de peso acentuado destes animais, entre 6 a 7 arrobas em 12 meses, um suplemento proteico energético de 0,1% ou 0,3% do peso vivo auxiliará para que essa meta seja alcançada.

 

Terminação

Durante a engorda, os animais podem estar a pasto, em sistema de confinamento ou semiconfinamento. 

Na terminação a pasto, o manejo alimentar padrão é realizado com suplementação proteico energética podendo variar de 0,5% a 2% do peso vivo. 

Os percentuais consumo podem sofrer variações de acordo com o período de chuvas, a estiagem e o tipo de criação, fatores que devem ser observados para garantir maior eficiência.

Visto que existem muitos detalhes a serem analisados para que o manejo alimentar correto aconteça, percebemos que não existe uma dieta ideal única.

Afinal cada situação exige uma suplementação específica para atender o objetivo do produtor. Esta precisa fornecer todos os nutrientes necessários para os animais de acordo com cada objetivo.

As exigências de cada animal devem ser levadas em conta para que as características nutricionais dos suplementos revertam em um melhor custo-benefício.

Vale lembrar que os bovinos são animais que prezam pela rotina, portanto assim como a qualidade do do manejo alimentar é importante a atenção aos horários da alimentação, que são essenciais. 

A disponibilidade de sombra e água fresca além da verificação de consumo da dieta formulada também são imprescindíveis!

Concluímos que o planejamento nutricional é fundamental para proporcionarmos aos animais condições ótimas para que possam expressar seu potencial genético. O monitoramento das estratégias, e principalmente a execução do manejo bem realizada são passos indispensáveis para o sucesso da atividade.

Se você pretende aumentar a eficiência produtiva, é importante que a estratégia do manejo alimentar dos animais, seja realizada junto a profissionais com conhecimentos técnicos sobre nutrição.

Afinal, a produtividade é garantida desde o momento que a nutrição entra pela boca do animal. 

Qual é a sua reação?

Animado
0
Feliz
0
Apaixonado
0
Não tenho certeza
0
Bobo
0

Você pode gostar

Mais em:BLOG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.